O Voyage 2016 é um sedan compacto da Volkswagen, lançado no mercado brasileiro em 2016. Com um design moderno e estiloso, ele se tornou uma opção popular entre os consumidores. No entanto, a beleza do veículo por si só não é suficiente para garantir a segurança dos ocupantes em caso de colisão. Por isso, o teste de colisão é tão importante.

Para realizar o teste de colisão, a Volkswagen submeteu o Voyage 2016 a severos protocolos de avaliação de segurança. Ele foi testado em condições diversas, simulando colisões frontais, laterais e traseiras, além de testes de capotagem. O teste foi conduzido em laboratórios independentes, que mediram o desempenho do veículo em diferentes cenários.

O resultado do teste de colisão do Voyage 2016 foi satisfatório. Ele recebeu quatro estrelas (de cinco possíveis) nos testes de colisão frontal e lateral e três estrelas nos testes de colisão traseira e de capotagem. Isso significa que o veículo oferece uma razoável proteção aos ocupantes em caso de colisão.

No teste de colisão frontal, o carro foi avaliado em velocidades diferentes e sob diferentes condições, como com os cintos de segurança colocados e sem os cintos de segurança. O resultado indicou que o Voyage 2016 oferece uma proteção adequada para a cabeça e o tórax dos ocupantes. Já nos testes de colisão lateral, o veículo apresentou uma boa proteção para a cabeça e o tórax dos ocupantes.

Nos testes de colisão traseira, o Voyage 2016 apresentou um desempenho mediano, com uma proteção razoável contra colisões de baixa e média velocidade. Já nos testes de capotagem, o veículo também apresentou um desempenho mediano, com uma razoável proteção para a cabeça dos ocupantes.

Embora o resultado do teste de colisão do Voyage 2016 seja satisfatório, é importante lembrar que nenhum veículo é 100% seguro. Os protocolos de avaliação de segurança estão em constante evolução, e novos testes são desenvolvidos para avaliar a segurança dos veículos em situações cada vez mais extremas.

Por isso, é fundamental que os proprietários do Voyage 2016 realizem manutenções preventivas no veículo, verifiquem regularmente o funcionamento dos dispositivos de segurança, como airbags e cintos de segurança, e adotem um comportamento seguro ao volante.

Conclusão: O teste de colisão do Voyage 2016 mostrou que este veículo oferece uma razoável proteção aos ocupantes em caso de colisão. No entanto, é importante lembrar que nenhum veículo é 100% seguro, e que a segurança no trânsito depende não apenas do veículo, mas também do comportamento dos motoristas e das condições das vias.