Embaixada dos EUA emite sinal de alerta para cidadãos americanos no Brasil nesse 7 de setembro

A Embaixada dos Estados Unidos da América emitiu comunicado para cidadãos americanos que estiverem no Brasil tomarem cuidado neste dia 7 de setembro, caso estejam nas ruas. A administração Biden considerou preocupante a situação do Brasil, que de acordo com a embaixada vive um clima de perigo iminente de golpe de Estado.

Nas orientações oferecidas pela embaixada, as sugestões são para que evitem os locais onde ocorrerão as manifestações, principalmente nas cidades de São Paulo e Brasília. Também ressaltou a importância de se manter informado pela mídia local, além de fazer uso de um sistema de segurança oferecido pela embaixada para que recebam alertas e possam enviar sua localização exata em caso de alguma emergência.

Não apenas os Estados Unidos se mostram preocupados com os eventos marcados para amanhã. Dezenas de outras nações têm observado com atenção a escalada autoritária e golpista de Jair Bolsonaro, e notam que o epicentro dessa investida são as manifestações marcadas em favor do presidente para esse dia 7 de setembro, dia de comemoração da mais famosa celebração nacional, a Independência do Brasil, quando a nação se emancipou de Portugal em 1822.

O governo procura usar como inspiração para seus aliados os desfiles militares que acontecem na Esplanada dos Ministérios, em que tentam exaltar a força militar brasileira, expondo fileiras de soldados em marcha e caminhões, tanques e carros blindados. Muitos e muitas acreditam que Bolsonaro tentará usar a data como mecanismo para insuflar seus apoiadores a atacarem, até mesmo com violência outras pessoas, instituições e poderes, para que assim, ele concentre o poder em suas mãos.

Um dos principais alvos dos protestos de amanhã é o Ministro da Suprema Corte Brasileira, Alexandre de Moraes. Ele ganhou o ódio dos apoiadores do presidente, após agir implacavelmente contra os esquemas criminosos de milícias virtuais, que criam as famosas fakenews, manipulam a opinião pública, defendem a instauração de uma ditadura e a dissolução do nosso sistema democrático. 

Moraes recebeu ameaças de morte e um dos apoiadores do presidente pediu para que as filhas do Ministro fossem estupradas. Esse é o Dia da Independência mais conturbado de nossa democracia, pois impõe um perigo real de pretensões autoritárias que interromperiam, novamente mais uma tentativa de manter um sistema que atenda as necessidades do povo.