Quentinha do dia #103 – Força Nacional terá que enfrentar criminosos em defesa das Terras Yanomami

Foi publicada no Diário Oficial da União, a portaria n° 256 do Ministério da Justiça e Segurança Pública. Essa portaria autoriza o emprego da Força Nacional de Segurança para auxiliar a Fundação Nacional do Índio (FUNAI) a combater o cerco nas terras Yanomami, que é alvo frequente de ataques de criminosos fortemente armados. Essas ações armadas se intensificaram no início do ano de 2021, e nem mesmo a presença da Polícia Federal foi capaz de intimidar os criminosos. No dia 10 de maio, um grupo fortemente armado desceu de lancha pelo rio Uraricoera e disparou diversos tiros contra os Yanomami, no dia 16 do mesmo mês, outro ataque foi registrado na aldeia Palimiu, em que além dos tiros foram também  lançadas bombas de gás lacrimogêneo.

Os Povos da Floresta pedem socorro, mas o governo federal se omite da questão, deixando prevalecer a barbárie de grupos interessados em minério, madeira e rotas de tráfico de drogas e armas. Depois de meses de ataques violentos, enfim o Ministério da Justiça autorizou o uso da Força Nacional de Segurança por 90 dias, para auxiliar os trabalhos da FUNAI e assim tentar conter a onda de violência e terror que assola a Terra Indígena Yanomami.